Archive | Gastronomia RSS feed for this section

Vinho & Vida: A arte em harmonizar

6 ago

O fundamental na arte em harmonizar vinho e comida é o equilíbrio entre ambos ; um não deve se sobrepor ao outro.  E quando se trata de celebrar uma data importante, você se (pré) ocupa em harmonizar esse momento também?

Há uma semana de comemorar meu aniversário, não sabia exatamente onde iríamos .  Os lugares que eu havia pré-selecionado não se encaixavam com a sensação que eu tinha em mente.  Afinal,  aniversário não é apenas uma mudança de idade mas a comemoração da nossa vida, sobretudo, o início de um novo ano pessoal.  aqui comento mais sobre isso 

Pensei em um ambiente familiar, um lugar que me trouxesse boas lembranças, como por exemplo os restaurantes que eu costumava frequentar com meus pais, não necessariamente os mesmos.  Um ambiente bonito e sofisticado, agradável e tranquilo onde pudéssemos conversar a vontade sem ser incomodados pela mesa ao lado.  Quando pensava nisso sentia a harmonia e sintonia entre mim e meus convidados que sentados em volta de uma mesa, ampla e redonda, aproveitávamos esse momento especial.   Não há nada de errado em visualizar, certo? 🙂

Na manhã seguinte acordei com uma forte intuição.  Ter identificado o lugar para comemorar meu aniversário, me deixou ainda mais animada.   Ao acessar a página do restaurante gostei do que vi: menu, ambiente, decoração, localização…tudo perfeito para aquele momento.  Reserva para sábado à noite!

Manhã do meu aniversário.  Depois daquele curto e intenso período de inverno o sol apareceu para iluminar o dia.  E que dia maravilhoso!  Me senti como quando criança, aguardando ansiosamente para a data chegar.

Era noite quando saímos de casa a caminho do restaurante.  Coincidência ou não passamos em frente à igreja onde meus pais se casaram.  Aproveitei para mostrá-la aos meus filhos.  Minha mãe, que estava conosco, comentou sobre a primeira casa que eles moraram, ali, no mesmo bairro, na mesma rua do restaurante.   Sugeri após o jantar passar em frente a casa.  Em poucos minutos entramos na Rua General Mena Barreto, uma rua arborizada, tranquila e charmosa.  Ao diminuir a velocidade do carro, minha mãe imediatamente identificou a casa.  Apontando para o local, notei que a tal casa ficava exatamente onde hoje existe o restaurante, e que, intuitivamente escolhi.

Entrar pelo antigo espaço da “varanda” e que agora abriga o bar do restaurante, foi surreal.  Caminhar pela “sala de estar” transformada no salão principal e, imaginar o janelão de vidro no atual espaço do jardim interno, enquanto minha mãe descrevia cada detalhe do lugar, foi incrível.  Fomos levados à nossa mesa, detalhe…redonda, ampla e muito bem localizada.

Tivemos uma noite especial.  Tudo estava em perfeita harmonia, nada fora do lugar.  Definitivamente, uma comemoração para ser brindada e sempre lembrada.

Aprendi com essa experiência o quanto podemos ser intuitivos.  Seja a partir de uma sensação (como essa que eu tive), de um pensamento ou de um insight.  A questão é harmonizar, encontrar o equilíbrio entre todas as coisas.    

E você, tem dado atenção para o que o seu corpo e mente estão tentando lhe dizer? Deixe um comentário no blog para que eu conheça a sua experiência.

Beijos!

* imagem: tirada na noite do jantar

“Sabor” Louis Vuitton

27 jul

O artista plástico americano Andrew Lewicki29 anos, trouxe um novo conceito para o monograma da Louis Vuitton.  Ele criou uma máquina de waflle usando o símbolo da marca.  A peça não faz parte da marca francesa, nem está à venda; mas apenas para exposição.

Vai ter muita gente querendo transformar o café da manhã em “artigo de luxo”.

Fonte: The HuffPost

Suco verde

11 jul

Disposição, energia e saúde, normalmente são resultados de uma alimentação saudável.  Melhor ainda se aliados a alguma atividade física.   

Desde a minha infância aprendi a escolher bem os alimentos.  Porém, mais tarde, tive períodos em que eu mal tinha tempo para almoçar, literalmente. Quanto mais fazer uma boa alimentação.  O resultado (a curto prazo) desencadeou um processo de falta de ânimo, aumento de peso, cansaço físico e mental… Além de baixa alto-estima. Definitivamente, uma situação nada benéfica.  A decisão de cuidar da minha saúde foi preponderante nesse processo.  Não só mudei minha alimentação, como também, meu estilo de vida.

Uma das receitas que gosto é essa, aprendi com um casal de amigos.  O suco verde tem propriedades maravilhosas.  Ele fortifica o sistema imunológico, elimina toxinas, limpa o intestino, além de ser um antioxidante: impede a ação dos radicais livres que levam ao envelhecimento. 

O suco verde pode ser tomado em qualquer horário, mas o ideal é tomar em jejum: desse modo os nutrientes são melhor aproveitados pelo organismo.

Receita
 
1 maçã
2 pepinos
1 abobrinha (ou batata-doce, beterraba, cenoura)
Gengibre (um pedacinho)
3 folhas de couve
3 folhas de rúcula (ou agrião, alface, acelga, repolho…)
Hortelã
½ limão (suco)
Um punhado de grãos germinados (trigo, girassol, linhaça…)
 
No copo do liquidificador coloque as maçãs picadas com casca, o pepino e a abobrinha.  Use um pepino ou cenoura para socar os ingredientes, assim você irá extrair a água deles.  Acrescente as folhas, o gengibre, o limão e os grãos.  Para coar, use um coador de voal que pode ser encontrado em qualquer casa de tecidos.  Ou use uma centrífuga.
 

Ah! Depois conte pra gente o que você achou dessa receita! 😉

Creme de abóbora com gorgonzola

25 jun

Olá, Mulheres Conectadas!

Se a idéia é preparar um final de semana gourmet, nada melhor que dar uma passadinha no Mercado Municipal de São Paulo. Seja para fazer compras, almoçar ou passear.  Esse é um programa que vale a pena.  

Considerado um dos pontos turísticos mais importantes da cidade, o tão famoso “mercadão” é o lugar onde encontramos tudo: frutas exóticas, temperos diversos, queijos deliciosos, verduras, carnes, peixes e cereais. 

O Empório Chiappetta é um dos meus preferidos, porém, há outros que vale a pena conhecer.  Ainda há o mezanino, onde ficam os restaurantes: árabe, japonês, português… e a chopperia.  O tradicional sanduíche de mortadela e o pastel de bacalhau são, parada quase que “obrigatória”.   

Embora no sábado o mercado estivesse bastante movimentado, não atrapalhou em nada nossa caminhada.  Aliás, em meio há tantas pessoas, tivemos (meu marido, meus filhos e eu) o prazer de encontrar com um casal de amigos, de Buenos Aires, que estavam de passagem por São Paulo.  Surreal!

Minha ida ao Mercado rendeu algumas deliciosas receitinhas que todos em casa adoram.  O creme de abóbora com gorgonzola é uma delas; que servi no sábado à noite.

Que tal?  

______________________________

Creme de abóbora com gorgonzola

Ingredientes

1 kg de abóbora (tipo moranga ou de pescoço)
250g queijo gorgonzola
2 colheres de (sopa) de manteiga
½ cebola
1 dente de alho
½ xícara de (chá) de creme de leite fresco (ou light)
1 litro de caldo de legumes ( 1 ½ tablete)
Salsinha picada a gosto
Sal e pimenta-do-reino a gosto
 
 

Modo de preparo:

1. Descasque a abóbora e corte em cubos
2. Pique a cebola e o alho
3. Numa panela média, coloque a manteiga e leve ao fogo baixo.  Quando derreter, acrescente a cebola e refogue, até ficar transparente.  Junte o alho picado e mexa por mais 1 minuto.
4. Adicione os cubos de abóbora e refogue por mais 1 minuto.
5. Em seguida coloque o caldo de legumes quente, e tampe a panela.  Deixe cozinhar por 30 minutos ou até que os cubos de abóbora estejam macios.
6. Retire do fogo e bata no liquidificador.
7. Volte o creme para a panela e leve ao fogo baixo.  Acrescente o sal e o creme de leite.  Quando começar a ferver, desligue o fogo.
8. Coloque a sopa num bowl. 
9. Quando for servir, acrescente os cubinhos de queijo gorgonzola nos pratos individualmente.
10. Finalize com a salsinha

 

Bon Appetit!

 

SERVIÇO:

Mercado Municipal de São Paulo

Endereço: Rua da Cantareira, nº 306, próximo à Rua 25 de Março.

Horário de atendimento: atacado, segunda a sábado, das 22h às 6h. Varejo, segunda a sábado, das 6h às 18h; domingos e feriados, das 6h às 16h.

Telefone: (11) 3326-6664

Vila Chocolat: premiação

7 abr

Olá, Mulheres Conectadas!

Hoje, ocorreu a premiação do sorteio de Páscoa da Vila Chocolat.  A vencedora desse concorrido e saboroso evento, Caroline Saraiva, recebeu da Chef Chocolatier, Valéria Matos, o Ovo de Páscoa sabor Nutella. 

Nosso encontro com a Carol foi muito agradável, conversamos, rimos, tiramos fotos.  Antecipamos o espírito de alegria e união que evoca a Páscoa.

Compartilhamos com vocês o registro desse momento.

Boa Páscoa!

Equipe Mulheres Conectadas & Vila Chocolat

Valeria Matos (Vila Chocolat) e Caroline Saraiva

Valéria Matos (Vila Chocolat), Caroline Saraiva e Cristina Cipolla (Mulheres Conectadas)

P.S.: Aguardem novas promoções!

Promoção: Mulheres Conectadas & Vila Chocolat

29 mar

Olá, Mulheres Conectadas!
Com a proximidade da Páscoa, criamos uma PROMOÇÃO super bacana para vocês, leitoras do Blog Mulheres Conectadas.
Logo mais divulgaremos como participar. É muito simples!
Fiquem Conectadas!

Breakfast: para o dia nascer feliz

23 mar

imagem: Catherine on Flickr

Sexta é um ótimo dia, sobretudo, porque podemos desacelerar um pouco e aproveitar o fim de semana com a família e amigos. Balada?  Não, café da manhã!

Pelo menos, uma vez na vida ouvimos falar da importância do café da manhã. Além de ser a principal refeição do dia é preciso que seja, no mínimo saudável e tranquila.   Se você é da turma das que pulam o café da manhã, seja porque acordou sem apetite ou porque vive numa correria e acaba saindo de casa com uma fatia de pão na mão, ou pior, de estômago vazio… Chegou a hora de rever seus hábitos! 

A refeição matinal é essencial não só para garantir o pique do dia-a-dia, como também ajuda a garantir um peso mais equilibrado.   Sabe porque? O hábito de tomar o café da manhã acelera o nosso metabolismo.  Já o contrário, começar o dia em jejum obriga o organismo a economizar energia, resultando em um gasto calórico menor e diminuindo assim, as chances de eliminar as gordurinhas. 

E então?

Evidente que durante a semana nosso ritmo é outro, mas se pudermos, ao menos no final de semana, estabelecer a prática de tomar um bom café da manhã, aos poucos isso acaba se tornando um hábito.  Aliás, um dos mais saudáveis.

Mesa

Uma mesa bem servida também ajuda a despertar a vontade de tomar o café da manhã.  Não precisa ser nada sofisticado, mas a ordem e a organização na hora de servir uma linda mesa, faz toda a diferença.  Uma toalha bem passada, cestinha para o pão, bowls para o ceral, xícaras, pratinhos… e porque não, uma florzinha como decoração!  

Eu acredito na importância desses detalhes.  Eles nos passam uma mensagem subliminar, provocando uma resposta positiva em nosso estado de ânimo.  Acho uma delícia me reunir com meus filhos e meu marido, nas manhãs de sábado e domingo, para um café da manhã em família.

“Para o dia nascer feliz”, escolhi algumas sugestões de decoração para a mesa do café da manhã.

Inspire-se e…

Bon Appétit

 

Do livro: The Art of Breakfast

imagens: reprodução

Leia também:

Uma “cena” com aspargos

Chili & Taco

19 mar

Olá, Mulheres Conectadas

Há menos de uma semana preparei um jantar temático em comemoração ao aniversário do meu filho.   Quem acompanha a fanpage do blog Mulheres Conectadas no Facebook sabe do que estou falando.  Eu queria algo prático, saboroso e que fosse ao mesmo tempo descontraído.  A proposta era que os convidados pudessem circular à vontade para se servir mas sem a formalidade, efetivamente, de um jantar.  Pensando nisso optei pelo tema Mexicano, além de receitas saborosas e fáceis, garantiu uma apresentação bem colorida e interessante.

De aperitivo servi, queijo cheddar em pasta da La Preferida com doritos sabor queijo  (aquela embalagem vermelha).  Como segunda opção, doritos sem tempero servidos com coalhada seca e um pouco de azeite.  Prático e saboroso!

Para o prato principal Chili com carne, e Tacos (comida típica da culinária mexicana que consiste em uma tortilla à base de milho, e que pode ser recheada com carne moída, queijo, alface e tomate).  É o tipo de comida que come-se com a mão, finger food, como se fosse um sanduíche.  Para beber, a tradicional cerveja SOL – velha conhecida dos Mexicanos – bem gelada e com uma lasquinha de limão na própria garrafa.

Procurei trazer tons vibrantes para a decoração.  Comprei uma pimenteira ornamental média com pimentas laranja, o que contrastou com o vaso branco.  E enfeitei a mesa com mini cactus em vasinhos decorados com temas mexicanos.  Na parede pendurei um sombreiro.  E na mesa principal, optei por um tecido com listras, bem colorido estilo mantô.  Para servir, usei pratos e bowls nos tons: amarelo, laranja, verde e vermelho basicamente.   

Enfim, um pouco de criatividade e você terá um lindo ambiente. 

Não esqueça de uma boa música típica!

Segue as duas receitas!

_____________

Chili com carne (tempo de preparo 30 minutos)

Ingredientes (para 10 porções)

Bacon em cubos (200g)

1 colher de óleo ou azeite

1 cebola picada

2 dentes de alho (ou uma colher sobremesa de alho picado)

½ pimentão verde sem sementes cortado em cubos pequenos

600 gramas de carne moída (patinho)

1 gomo de lingüiça calabresa cortada em cubos pequenos

500g de feijão jalo ou rajado, cozido e temperado

300g de molho de tomate

1 tomate cortado em cubos

Sal a gosto

4 fatias de queijo cheddar para decorar

2 colheres de chá de pimenta chili ou seasoning para chili

 Preparo:

  1. Cozinhe o feijão com pouca água (reserve)
  2. Em uma panela grande, frite o bacon com um pouco de óleo até dourar.  Reserve.
  3. Na mesma panela, refogue a cebola, o alho e o pimentão verde.
  4. Acrescente a carne moída e a linguiça.  Deixe cozinhar por uns 7 minutos mexendo de vez em quando.  Quando a carne estiver cozida acrescente os tomates até murchar.
  5. Junte então o bacon e acrescente aos poucos o molho de tomate até ficar uma pasta.
  6. Por último, adicione o feijão  (mais grãos e menos caldo)
  7. Coloque pouco sal e adicione o tempero seasoning (pimenta chili).  Cozinhe por mais 10 minutos para pegar bem o sabor.
  8. Coloque em um prato refratário e decore com as fatias de queijo cheddar.  Leve ao forno por mais 5 minutos para derreter o queijo.  Sirva com doritos!

______________

Tacos Mexicanos

Ingredientes:

Alface

Tomate

Carne moída

Queijo cheddar

½ xícara de água

Azeite

Mistura para Taco ( Taco Seasoning) da marca La Preferida ou Casa Fiesta

Coalhada seca

Tacos

 Preparo da carne:

  1. Doure a carne moída no azeite.  Não há necessidade de acrescentar sal ou qualquer outro tempero nessa fase.
  2. Agora, acrescente o tempero pronto (seasoning).  Se a carne estiver muito seca, adicione ½ xícara de água.  Misture e deixe por mais alguns minutos no fogo para o tempero incorporar à carne. 
  3. Reserve

 Recheio:

  1. Pique a alface americana e os tomates
  2. Corte o queijo cheddar em pequenas tirinhas

 Preparo do Taco:

  1. Coloque os tacos em uma assadeira e leve ao forno aprox. 180.  Deixe dourar por 4 minutos apenas.

 Eu preferi colocar todos os ingredientes na mesa principal, para que meus convidados ficassem mais à vontade na hora de escolher os recheios.  Minha sugestão é:

  1. Pegue um taco e com uma colher pequena, coloque a carne moída no fundo
  2. Na sequencia, passe um pouco de coalhada seca.
  3. Então coloque a alface e os pedacinhos de tomate em cima da coalhada
  4. Por fim acrescente as tirinhas de cheddar
  5. Tabasco (se preferir)

Como sugestão:

Tacos para rechear

tempero pronto para Tacos

A arte e a ciência de cozinhar

30 ago

 

Se você é apaixonado e curioso por culinária, esse post é para você!

Uma vez, o Sushiman de um restaurante conceituado em São Paulo confessou que preferia atender os clientes que sentavam no balcão do restaurante, aos que optavam por sentar-se às mesas.   Por um único motivo…Enquanto o sushiman preparava a comida dentro do balcão em “U” ele podia ao mesmo tempo, acompanhar de perto, os clientes entregarem-se ao prazer de desfrutar e saborear as mais diversas invenções preparadas por ele, com tamanha dedicação e generosidade.   O que não acontecia com os clientes que optavam pelas mesas.  A interação entre cliente e Sushman era diferente.  Às vezes que sentei no balcão, fiquei encantada – quase que hipnotizada –, com o preparo dos pratos.       

Quando eu era criança, adorava ver minha mãe cozinhar.  Preparar receitas deliciosas como a Vichyssoise (sopa de estilo culinário francês, servida fria a base de alho poró e batatas) é algo que me remete à infância.  Recebíamos frequentemente em nossa casa, família e amigos.  Portanto, tive oportunidade de acompanhá-la em vários desses momentos.  Ebulição, evaporação, combustão, filtração, diluição…Embora,  nessa época,  eu não estivesse ciente dessa ciência à beira do fogão, certamente, foi à partir daí que descobri a arte da culinária.

Para os amantes da gastronomia foi lançado esse ano nos Estados Unidos o livro Modernist Cuisine, escrito pelo ex-executivo da Microsoft Nathan Myhrvold.   O objetivo inicial de Myhrvold  era escrever sobre as técnicas do cozimento a vapor.   O projeto cresceu e resultou em quase 2,5 mil páginas.   

A Modernist Cuisine lança uma nova luz sobre a ciência alimentar; ilustra a cozinha tradicional e explica com mais de 1,5 mil fotos – de alta tecnologia – os procedimentos usados na cozinha moderna, revolucionando a gastronomia com novas técnicas e ingredientes.   

Panelas e utensílios cortados pela metade, para mostrar como o preparo dos pratos acontece por dentro. 

O livro agradará tanto aos curiosos, quanto os apaixonados por gastronomia.

Um incentivo  para reunir os amigos em casa!

O segredo do boteco

12 ago

Cada cozinha tem seu sabor, seu aroma, sua presença e sua elegância.  Com clima bem mais informal que o dos restaurantes, o boteco ou botequim é um lugar para encontrar amigos, ter uma boa conversa, e também provar comidinhas tradicionais e saborosas. 

Foi nesse clima que conheci o “Da Gema” no Rio: vencedor da 4º edição do Concurso “Comida Di Buteco”, com o prato Doce Subsolo do Buteco (foto).  Localizado na Tijuca, é simples no ambiente,  mas elaborado e criativo nas receitas; com charme próprio.  A sensação é de estar na casa de amigos. 

Doce Subsolo do Buteco. Tutu de feijão preto com carne seca desfiada, couve, creme de aipim e zeste de laranja montado em camadas.

A Cidade Maravilhosa é um dos redutos desses lugares boêmios, considerados como verdadeiros templos sagrados entre os freqüentadores.

A palavra boteco é o diminutivo de botequim, que por sua vez tem sua origem na palavra botica, que eram os armazéns do início do século, onde se vendia de tudo um pouco.  Um lugar onde os clientes, além de fazer compras, aproveitavam para colocar a conversa em dia.  Com o tempo,  as boticas transformaram-se em ponto de encontro com direito a petiscos e bebidas.

A graça do boteco é justamente essa: conjugar comida, bebida e sociabilidade.  Um prato cheio para a alma.

 Da cozinha do boteco pode sair comida saudável e equilibrada.  Segundo o gourmet Eduardo Maya, idealizador do Comida di Buteco: “A comida de botequim, é uma comida “de raiz”.

No Da Gema a Lasanha de Jiló é um clássico da casa; e olha que foram poucas as vezes que comi jiló.  Imperdível!  O prato é assim:  Lâminas de jiló, intercaladas com queijo e pedacinhos de lingüiça, azeite e molho de tomate, tudo isso levado ao forno.  Meus familiares do Rio sugeriram que  provássemos  o pastel de feijão preto.   Com um formato quadrado, a massa é levíssima e o pastel sequinho;  de dar água na boca.  E o Nacho de carne e queijo, feito com batatas; simplesmente delicioso.  Outro prato que merece destaque é o Fondue da Gema, que também foi premiado no mesmo  Concurso, o ano passado:  creme de milharina com maionese, milho branco, temperos  e mussarela.  Acompanhamentos: linguiça de porco e costelinhas.

Para beber vale provar a Caipisake: kiwi, morango e creme de leite; deliciosa!

O boteco está fora do eixo turístico do Rio.  A Tijuca, segundo os cariocas, é um bairro estritamente familiar.   

Para quem for ao Rio, vale à pena conhecer o Da Gema.

Fondue Da Gema

Pastel de feijão preto

Caipisaque

%d blogueiros gostam disto: