A voz do silêncio

7 maio

Templo Zu Lai (imagem: Raphael C. Matos)

Em um mundo que não consegue parar de falar, seja pela conversa digital, escritórios sem divisórias, reuniões intermináveis, conferências, ou pelos olhares e ruídos por toda parte.  O fato é, somos incitados a buscar um lugar que nos permita algum momento de privacidade.  Um caminho para a inovação e a percepção profunda.

Uma pesquisa recente de Nicholas Kohn e Steven Smith no Texas, mostra que o “brainstorming” (pensamento em grupo) pode ser ineficaz.  O motivo é que as pessoas quando estão em um grupo, tendem a se fixar em uma ideia, bloqueando outras possibilidades.

Quem mora em grandes centros, certamente precisa encontrar meios de equilibrar a correria do dia-a-dia, com momentos de pausa, nem que por alguns poucos minutos.  Não vou dizer que seja fácil, mas se conseguimos encontrar tempo para frequentar a academia, sair com amigos, fazer um curso, inevitavelmente temos condição de incluir em nossa agenda algum tempo para nós mesmas.

Nesse final de semana, em um passeio com minha família, fomos ao Templo Zu Lai.  Um lugar perto de São Paulo onde pode-se entrar em contato com a natureza, conhecer um pouco mais a filosofia budista, provar as deliciosas receitas vegetarianas e aproveitar o dia em sintonia com a paz, a beleza e a tranquilidade do ambiente.

A pouco mais de 25km da Capital, o maior templo budista da America Latina atrai centenas de pessoas do Brasil e do exterio em busca de auto-conhecimento, momentos de paz e de equilíbrio; mesmo aos não adeptos da religião busdista.

Um cenário propício para curtir meu marido e filhos.  A tranquilidade do ambiente favorece a reflexão, um bem enorme para a alma.  Uma certa mística misturada aos rituais – alguns incompreensíveis porque domingo a língua oficial é o chinês – com seus jardins impecáveis e arquitetura fascinante, nos faz esquecer de que estamos no Brasil.

Exceto quando a quietude do momento é interrompida por uma “dessintonia de força menor”, exatamente quando eu estava sentada na grama próxima a um maravilhoso lago, com carpas e tartarugas, rodeada por árvores e pássaros… Uma voz estridente em volume máximo, emitida por – uma falta de consciência – de uma mulher nada em sintonia com o ambiente.  Tentando tirar a mim e as outras pessoas de um estado de contemplação e paz.

Esse é o tipo de “Persona non grata” que está no lugar errado, na hora incorreta e que mais combinaria estar em uma partida de futebol ou em um bingo… Aliás, a mulher mais parecia a “corporificação do ego” tentando tirar nossa atenção das coisas que realmente importam na vida.  E aquele, era um desses momentos.

Enfim, passado o pesadelo a paz voltou ao ambiente de inspiração e criatividade. E com ela, a certeza de que para se ter uma vida equilibrada é preciso buscar o equilíbrio diário: na paz, na serenidade, na alegria, na sabedoria e na liberdade por meio da inteligência e do auto-conhecimento.

Informação:

Templo Zu Lai – São Paulo
Estrada Municipal Fernando Nobre, 1.461
Cotia – SP – Brasil

zulai@templozulai.org.br 

Visitação:
3ª à 6ª – 12h às 17h
Sáb, Dom e feriados – 9h30 às 17h

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: