Quais são os seus reais valores?

19 out

Primeiramente, é preciso descobrir o seu Eu verdadeiro. 

O seu Eu, é como você se sente quando ninguém está assistindo.  É onde vivem seus pensamentos mais profundos.  É o que você pensa de si mesma; em última análise, como você se trata.  Até mesmo, o que você teme que os outros vejam em você.  Essa é a sua personalidade mais real.

Os valores que adquirimos em vida determinam nossa maneira de ser, de estar no mundo, que culminam em nossos resultados nos relacionamentos, no trabalho e na vida como um todo.  Entretanto, muitos não sabem verdadeiramente quem são e por isso, acabam “se” perdendo.  A vida nos coloca face a face com diferentes circuntâncias, nos levando a entender que os papéis que vivemos são transitórios.  

Somos mais que os papéis que representamos em nossas vidas.   

Quais são seus valores?  Não aqueles impostos pelo mundo exterior, mas os seus reais valores.  

O que realmente importa para mim?  O que estou fazendo com a minha vida?  Para onde estou indo a partir das minhas escolhas?

O ideal é que cada pessoa busque/descubra os seus valores internamente.  Essa é uma jornada invisível de sentimentos, de aprendizado, e de auto-conhecimento; crescimento.  Não se trata de renegar os valores formados à partir da nossa história de vida, mas de reavaliar o que realmente nos serve  nesse momento e descartar aquilo que não mais encontra ressonância em nosso coração.

O importante de descobrir seus valores é que a partir do momento que você começa a fazer escolhas de caminho, baseado em quem verdadeiramente é, e no que você acredita, o caminho se abre em maiores chances de você alcançar o seu destino esperado.

Com o tempo aprendi a me fazer um monte de perguntas, estou sempre disposta a aprender algo novo.  E mesmo assim, não tenho muito claro se é o meu questionamento que me faz aprender mais ou é o meu aprendizado que me faz questionar tudo!   No entanto, os dois me fazem crescer.

  • Ouça o seu coração – Confie em seus sentimentos; o que é diferente de emoção.
  • Fé – Não a religiosa, mas a fé em algo maior, a fé em si mesma.  Acreditar em algo que não se pode ver com os olhos.  Aquela força que nos faz enfrentar os desafios da vida, superar obstáculos, e vencer aquilo que mais temíamos.
  • Seja íntegro – Nas pequenas e nas grandes atitudes.  Aprenda com os erros do passado, e dos outros.  Viva sua vida em paz e melhor.
  • Respeite seus valores e metas – Esse provavelmente é um dos aspectos mais importantes para você ficar em paz consigo mesma.  Se você não respeitar o que é importante para você, a longo prazo você poderá se colocar sob o risco de se tornar “escrava” de situações e/ou de pessoas que poderão te manipular.  Evidente, que é preciso ser flexível porém, até certo ponto.  Tudo tem limite.  Para permanecer fiel à mim mesma, às vezes tenho que desapontar os outros.
  • Valorize-se – Não existem duas pessoas iguais…nem eu, que sou gêmea.  Somos únicos.  Confie em você mesma.  Definitivamente te fará sentir-se uma grande mulher.  Seja a sua melhor versão!

Redescubra-se!

 

Se você gostou desse post, quiser comentar sua experiência aqui ou compartilhar esse link com seus amigos, será um prazer!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: